Quarta, 28 de Outubro de 2020 11:20
66 984239071
Dólar comercial R$ 5,74 1.09%
Euro R$ 6,74 +0.23%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.69%
Bitcoin R$ 79.979,58 -3.915%
Bovespa 96.313,91 pontos -3.3%
NOTÍCIAIS DIA DAS MULHERES

Mulheres ocupam 12% das prefeituras e 13% dos cargos de vereador em MT

São 16 prefeitas e 21 vice-prefeitas nos 141 municípios do estado. No total de parlamentares nas Câmaras de Vereadores são 1.216 mil homens e 190 mulheres.

08/03/2020 07h41
266
Por: Redação Fonte: Yago Oliveira/G1 MT
Das 141 prefeituras apenas 16 são ocupadas por mulheres em MT — Foto: Reprodução/Montagem
Das 141 prefeituras apenas 16 são ocupadas por mulheres em MT — Foto: Reprodução/Montagem

Dezesseis municípios de Mato Grosso são governados por mulheres. Aproximadamente 11,3% das prefeituras são comandadas por mulheres. E, apenas 190 de 1.406 vereadores de todo o estado são mulheres, o que corresponde a 13,5%, segundo a União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT).

 

De acordo com a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), além das 16 prefeitas, são 21 vice-prefeitas. No entanto, todas as prefeitas têm vices homens e, os casos em que as vices são mulheres, os prefeitos são homens.

 

A prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira (PSDB), disse ao G1 que a mulher tem um olhar diferenciado quando está à frente da administração pública. Mas, na gestão pública em termos administrativos e financeiros, os desafios são praticamente os mesmos.

 

“A diferença é o olhar feminino que a mulher tem para os problemas que a sociedade exige e quer que sejam resolvidos. Por exemplo, a mulher tem a tendência de ter um caminho muito mais próximo às questões sociais nas áreas de saúde, educação, assistência, sempre buscando a melhoria da qualidade de vida”, avaliou.

 

Para a Thelma, é importante obras de infraestrutura, como pontes e asfaltos, mas que a mulher também tem outras necessidades, principalmente ações voltadas para a área social e desenvolvimento humano.

 

Um dos problemas enfrentados pelas mulheres é a visão dos homens de que são mais frágeis. “A mulher tem que estar se impondo e empoderando outras mulheres permanentemente. Assim trazendo mais mulheres para perto. Nunca encontrei discriminação no meu caminho, mas existem desafios e provocações que nós mulheres sofremos e temos sempre que responder à altura”, declarou Thelma.

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), disse que a mulher é importante em qualquer função que ocupa e que a mulher é mais sensível em relação às áreas sociais.

 

“Acredito que a importância está no compromisso, no zelo com a coisa pública e na demonstração que podemos fazer diferente de muitos homens, como também vamos encontrar grandes gestores públicos homens. A sensibilidade da mulher permite que se olhe com mais profundidade para questões de cunho social e isto às vezes atende melhor ao conjunto da população”, declarou.

 

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, fala que enfrenta dificuldades por ser da região Norte, mas diz que sente orgulho pelo trabalho que desenvolve.

 

"Me sinto honrada e com grande responsabilidade por estar a frente de um município novo, mas com uma perspectiva enorme de crescimento e que consegui colocar entre as 30 melhores cidades para se investir no país. É com grande responsabilidade e determinação que administro o município de Sinop. Há o desafio por ser mulher, da região Norte, do interior, mas é para ser superado e tenho orgulho de trabalhar firme e forte e de provar para toda a sociedade que mulher pode e mulher faz".

 

Pouca representatividade

 

Poucas mulheres presidem as Câmaras de Vereadores no estado. Das 141 Câmaras, apenas oito têm mulheres no comando, que corresponde a 5,6%.

 

Presidente da Câmara de Vereadores de São Félix do Araguaia, a 1.159 km de Cuiabá, Rita de Cássia Rodrigues Gomes (MDB) contou que nunca encontrou dificuldades no comando justamente por ter o apoio e aliança com as outras vereadoras.

 

Prefeitas

 

·         Beatriz de Fátima Sueck Lemes (PMDB) - Nova Monte Verde

·         Carmelinda Leal Martines Coelho (DEM) - Carlinda

·         Dalva Maria de Lima Peres (PSDB) - Cocalinho

·         Diane Vieira Vasconcelos Alves (PSDB) - Alto Paraguai

·         Eliane Lins da Silva (PV) - Denise

·         Ines Moraes Mesquita Coelho (PP) - Torixoréu

·         Janailza Taveira Leite (SD) - São Félix do Araguaia

·         Lucimar Sacre de Campos (DEM) - Várzea Grande

·         Luzia Nunes Brandão (SD) - Ribeirão Cascalheira

·         Mabel de Fátima Melanezi Almici (PT) - Castanheira

·         Maria Lúcia de Oliveira Porto (PP) - Conquista do Oeste

·         Mauriza Augusta de Oliveira (PSB) - Nova Brasilândia

·         Rosana Tereza Martinelli (PR) - Sinop

·         Sandra Josy Lopes de Souza (PROS) - Juruena

·         Terezinha Guedes Carrara (DEM) - Nova Santa Helena

·         Thelma Pimentel Figueiredo de Oliveira (PSDB) - Chapada dos Guimarães

Nova Brasilândia - MT
Atualizado às 12h20 - Fonte: Climatempo
30°
Pancada de chuva

Mín. 20° Máx. 31°

31° Sensação
16.5 km/h Vento
49% Umidade do ar
90% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (30/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens e chuva
Mais lidas